Início Sobre Nós Contactos Ligações flag flag

Cristina Castel-Branco

Coordenadora da Área de Investigação Desenho Ecológico e Arquitectura Paisagista

Email: cristina.castelbranco(a#t)acbpaisagem.com

CV: Descarregar

Arquitecta Paisagista formada pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA) em 1985. Bolseira Fullbright–ITT, Mestre em Arquitectura Paisagista pela Universidade de Massachusetts em 1989, prosseguiu estudos na Graduate School of Design da Universidade de Harvard. Doutorou-se em 1993 e fez a Agregação em 2006 no ISA, onde lecciona desde 1989.

Iniciou a sua actividade docente nas áreas de História de Arte de Jardins e Material Vegetal, desenvolvendo depois áreas de ensino em Ecologia da Paisagem e Restauro de Património Paisagístico. Presidiu à Secção de Arquitectura Paisagista durante dez anos não consecutivos e fez parte do Conselho Directivo do ISA de 1993 a 1995.

Em 1994 cria em conjunto com Francisco Castro Rego, o Centro de Ecologia Aplicada "Prof. Baeta Neves", no Instituto Superior de Agronomia onde tem coordenado a área de investigação em Arquitectura Paisagista e Design Ecológico.

Actualmente é Responsável pelas disciplinas de História e Teoria da Arquitectura Paisagista da licenciatura, Projecto e Crítica da Paisagem e Recuperação e Gestão de Paisagens Culturais do Mestrado em Arquitectura Paisagista. Leccionou como docente convidada em níveis de pós-graduação nas Universidades de Madrid, Manchester e Tóquio.

Em 2008/2009 organizou, em conjunto com Helena Freitas e Teresa Andresen o Doutoramento em Arquitectura Paisagista e Ecologia Urbana (LINK), iniciando o terceiro ciclo de Bolonha nesta área. Dirigiu este Programa Doutoral criado em associação entre as Universidades Técnicas de Lisboa, de Coimbra e do Porto, durante o ano de 2009/2010 em Lisboa.

Dirigiu o restauro do Jardim Botânico da Ajuda (1994-1997), tendo sido Directora deste jardim entre 1997 e 2002. Foi assessora chefe de Arquitectura Paisagista da Expo’98 e Directora do Projecto do Jardim Garcia de Orta no recinto da Expo’98.

Desde 2006 que é membro votante do Comité Científico Internacional de Paisagens Culturais-ICOMOS do Património Mundial-UNESCO tendo efectuado desde essa data várias missões de avaliação de paisagens culturais para a lista de património mundial.

O atelier ACB foi fundado em 1989 (em conjunto com Teresa Andresen) mantendo aqui actividade até hoje como projectista de espaços exteriores privados, públicos, planeamento, restauro de jardins históricos tendo-se especializado no desenho contemporâneo com base em soluções sustentáveis tradicionais.

Fundou a Associação Portuguesa de Jardins e Sítios Históricos, à qual presidiu de 2003 a 2009, em conjunto com Ana Luísa Soares e Teresa Chambel, também fundadoras desta associação, desenvolve formas de defesa e divulgação dos jardins históricos com apoios europeus, como o EEA Grants, que financiou, entre 2007 e 2010, o restauro de doze jardins em Portugal.

Foi eleita vice-presidente do Comité des Parcs et Jardins d’Europe e representante de Portugal, em 2009. Foi nomeada para o júri internacional de selecção das melhores plantas nas Journées dês Plantes du Domaine de Courson, na componente de plantas ornamentais do Sul da Europa, em 2011.

É autora de livros sobre história, arte e teoria da Arquitectura Paisagista, e publica em revistas da especialidade na Europa, Estados Unidos da América e Japão.

Castel-Branco, C., 2017, Rexistro de Camelias no Século XVII en Portugal antes de Georg Kamel. Xornada Internacional 2107 – Camelia e Paisaxismo. Pazo de Rubíans, 2-3 March, Vilagarcía de Arousa, Pontevedra, Spain. (Oral presentation).

Castel-Branco, C., 2016, Monet et Burle Marx. Colloque Jardins d’Artistes. Palácio Fronteira, 19 May, Lisboa, Portugal. (Oral presentation).

Castel-Branco, C., 2014, Le couvent des Capuchos et Kingscote. Revue Jardins 5, Éditions du Sandre, Paris.

Castel-Branco, C., 2012, Is Landscape Architecture a Useful or dispensable profession? Verdant Network Magazine, Novembro/Dezembro, pp: 13-17.

Castel-Branco, C., 2012, Le temps des jardins est un temps sans âge. Revue Jardins 3, Éditions du Sandre, Paris, pp: 85-93.

Castel‐Branco, C., 2012, Is Landscape Architecture a Useful or dispensable profession? Network in Progress, Verdiana Network 11:13-17.

Castel‐Branco, C., 2012, Le temps du jardin est san sâge. Jardins 3: 85-93.

Castel‐Branco, C. (Coord.), 2011, Arquitectura Paisagista e Ecologia Urbana. Revista Archinews - Edição especial N.º 1. Ed. Inside city, Sintra, ISSN: 1646-2262. 159p.

Castel‐Branco, C., Soares, A.L., Arsénio, P., Mesquita, S., Mendes, A., Doria, C., Silva, J.S. & Santiago, R., 2011, Método das preferências visuais. ArchiNews ‐ Revista de Arquitectura, Urbanismo, Interiores e Design. Edição Especial/ Special Edition 01: 36‐73.

Steinitz, C., Castel Branco, C., 2011, Mais de trinta ideias influentes em planeamento da paisagem. ArchiNews ‐ Revista de Arquitectura, Urbanismo, Interiores e Design. Edição Especial/ Special Edition 01: 12‐35.

Soares, A. L., Castel-Branco, C., Castro Rego, F., 2007, O valor das árvores na cidade, árvores e floresta urbana de Lisboa. Arquitectura e Vida 85: 76 - 81.

Castel-Branco, C., 2000, A celebration of architecture contribution that landscape architects have made to the history of Expo 98. Landscape Design 295. United Kingdom.

Castel-Branco, C., 2000, Instinctive Culture - the role of landscape architects. Landscape Design 291. United Kingdom.

Castel-Branco, C., 1998, Living botanical history. Landscape Design 271, United Kingdom.

Castel-Branco, C. & T. Andersen., 1993, Heading for a Post-modern landscape -Portuguese trends in the conciliation of environmental quality and landsape planning. Landscape and Urban Planning, 23: 183-194.

Protocolo de colaboração com a Agência Portuguesa do Ambiente - Normas para o Descritor Paisagem

Financiamento: Agência Portuguesa do Ambiente. Período: 2010-2011.

Plantas nos Jardins Históricos Europeus

Financiamento: Centro Cultural Calouste Gulbenkian. Período: 2007-2009.

Protocolo de colaboração com a Agência Portuguesa do Ambiente - AIA

Financiamento: Agência Portuguesa do Ambiente. Período: 2009 - presente.

Restauro do Jardim do Cerco em Mafra

Financiamento: Câmara Municipal de Mafra. Período : 1996-1999.

Projecto de restauro e de percursos do Jardim Botânico da Ajuda

Financiamento: Fundo do Turismo/UE. Período: 1994-1997.