APAC - APOIO AO PLANO ALMADA CICLÁVEL

centro de estudos de arquitectura paisagista * tapada da ajuda 1349-018 lisboa*portugal

  ceap@isa.utl.pt ; ciclovias.ceap@isa.utl.pt ; tel: +351 21 365 3314 ; fax: +351 21 362 1735


  GO TO / IR PARA HOMEPAGE DO CENTRO DE ESTUDOS DE ARQUITECTURA PAISAGISTA

estrutura ecológica                                                       estrutura cultural

 

Sobre a Estrutura Ecológica (EEM)

Constitui um instrumento de planeamento, de nível municipal, que regulamenta e reúne, em delimitação espacial as ocorrências e os sistemas naturais que, pelas exigências decorrentes da sua resiliência ou raridade ecológicas, deverão ser objecto de normativa específica.

A designação de Esboço da EEM deve-se ao facto de algumas componentes desta Estrutura não terem ainda sido considerados. Estão neste caso estudos adicionais de geomorfologia, de hidrogeologia e ainda o levantamento da vegetação natural e semi-natural do concelho, que complementem a  informação municipal disponibilizada.

A Estrutura Ecológica permitirá a definição, delimitação e formalização das transformações que podem ocorrer nos sistemas ecológicos e culturais, segundo critérios de aptidão ecológica. Desta forma pretende-se contribuir para a manutenção da sustentabilidade, assegurando a ocupação racional deste território e fornecendo informação relevante para a sua a gestão.

Este esboço de Estrutura Ecológica Municipal permite, nesta fase, fornecer elementos preferenciais para a sobreposição com a Rede Ciclável, permitindo garantir-lhe a chamada "Qualidade Ambiental"

 

Sobre a Estrutura Cultural Municipal (ECM)

 

A Estrutura Cultural é constituída pelos elementos resultantes da humanização da Paisagem que representam a sua cultura e identidade.

Aqui se incluem os vestígios do passado e o actual espaço edificado que articulam as referências locais e globais.

No caso do concelho de Almada, o Esboço da Estrutura Cultural da Paisagem é constituído pelos elementos edificados: i) espaço edificado e infra-estruturas viárias; pelos elementos patrimoniais: ii) património arquitectónico e património arqueológico classificado; iii) núcleos urbanos tradicionais; iv) quintas; e pelos elementos agrícolas: i) parques agrícolas, ii) parques hortícolas; e pelos equipamentos : i) ensino, ii) saúde, iii) desportivos, iv) culturais, v) outros; e pelos espaços verdes e de recreio (juvenil, infantil e de recreio).

Este esboço foi realizado tendo por base informação municipal cedida.

A Estrutura Cultural Municipal constui uma base fundamental para a criação de uma rede ciclável de uso cultural. Esta é uma rede considerada no âmbito do lazer.

A sobreposição da Rede Ciclável de Uso Cultural, com a Rede Ciclável de Uso Quotidiano, constitui eixos cicláveis de importância principal.

Para além da Estrutura Cultural apresentar o levantamento do património edificado e vestígios arqueológicos, esta estrutura volta-se para elementos de relação com a Paisagem como elemento que relaciona a actuação do Homem sobre o Meio, tais como as "Quintas" e o "Espaço Agrícola", sendo os primeiros resultantes da avaliação das Quintas como unidade cultural (casa e sistema agrícola) e o segundo culminando numa avaliação da actividade agrícola existente versus potencialidade agrícola, para a definição de uma Estrutura constituída por Parques Agrícolas e Hortícolas.

 

VOLTAR PARA HOMEPAGE / GO TO HOMEPAGE